Siga-nos no Facebook para ficar atualizado sobre novos jogos, testes, avaliações e artigos!

Já escrevemos em várias ocasiões sobreimportância da atenção e funções executivas sobre desempenho acadêmico. Também falamos sobre um pesquisa realizada em pré-escolares em que tentamos fortalecer as funções executivas por meio de um treinamento em memória de trabalho, e foi encontrado de acordo uma melhoria nas habilidades numéricas.

Permanecendo nesta questão hoje, queremos falar sobre uma pesquisa recente por Veneroso e colaboradores, realizados em crianças da primeira série: neste estudo o efeito do treinamento em funções executivas foi testado, adicionado ao caminho padrão da escola. Especificamente, uma amostra de Crianças 46 dividido em dois grupos, um experimental (aquele que se beneficiava do trabalho de aprimoramento das funções executivas-atencionais) e um controle (que seguia a programação curricular padrão). Ambos os grupos de crianças foram avaliados antes e após o período de potencialização para detectar quaisquer alterações.

Como os pesquisadores esperavam, as crianças do grupo experimental mostraram uma melhoria (superior ao das crianças que seguem o ensino padrão) não apenas no teste usado para avaliar as funções executivas, mas também na aprendizagem escolar: a partir dos dados emerge um aumento de velocidade e na correção da leitura, bem como na precisão da escrita e do cálculo.


Esta pesquisa nos faz refletir sobre a influência que o sistema executivo de atenção exerce na aprendizagem escolar. sobre a possibilidade de fortalecer as funções executivas para enfrentar os compromissos escolares com mais eficiência. Deve-se também dizer que, antes de se deixar levar pelo entusiasmo fácil, são necessárias réplicas desses dados e estudos metodologicamente mais rigorosos: neste caso, por exemplo, os avaliadores estavam cientes da condição experimental de cada criança que foi submetida. aos testes (pré e pós-tratamento), e o grupo controle foi "passivo", ou seja, não realizou nenhum tratamento alternativo (elementos que potencialmente poderiam alterar involuntariamente os resultados).

Apesar das limitações destacadas, esta pesquisa é de enorme interesse, porque conecta diretamente uma intervenção no sistema atenção-executivo com a aquisição da leitura, escrita e cálculo, mostrando como seria útil integrar o ensino tradicional ao conhecimento neurocientífico e a necessidade de mais pesquisas nessa área.

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

erro: O conteúdo é protegido !!
Fonoaudiologia e tele-reabilitação: as evidências científicas